PEDALANDO RUMO AO FUTURO

 

Em Abril de 1995 em Berlin, participei de notável evento do mundo do ciclismo: o Berlin Fährt Rad (Autofrei Sonntag). Nesta cicleata, com 300.000 participantes, cheguei entre os 4.000 primeiros colocados (Foto: uma parada em Berlin Pankow).

 

Uma recusa obstinada em adotar o automóvel para meus deslocamentos diários suscitou em mim a opção pelo transporte público e obviamente, por andar a pé e de bicicleta.

Esta foi uma das múltiplas formas que encontrei para ser coerente com a minha condição de professor e de ambientalista convicto.  

Indo direto ao ponto: não acredito em discursos desvinculados de uma prática real. Digo e repito: ecologia tem que ser um modo de vida e não um meio de vida.

Ademais, quem contestaria os benefícios da bicicleta? O mundo assiste a agonia e a falência do modelo do transporte motorizado individual. Chegou o momento de pensarmos no futuro e proceder de acordo com o equilíbrio ambiental. E que esta opção, seja respaldada pelo equilíbrio em duas rodas.

É o que o artigo eletrônico Pedalando Rumo ao Futuro procura traduzir de modo claro e sucinto. Disponibilizado em primeira mão no site Cultura Verde!, o material está agora formatado em arquivo PDF, à disposição dos interessados.

 

 

 

O teor integral do texto publicado pode ser acessado no link abaixo.
(Texto masterizado e incorporado à Série Meio Ambiente 7)
Clique aqui para fazer o download do arquivo em PDF


Joomla Templates by Joomla51.com